GWS Icone Hoario Expediente Prefeitura VerdeExpediente: das 07h às 13h

Segunda, 13 Novembro 2017 07:52

Prefeito Moacir Giacomelli participa de reunião na AMM na última sexta-feira (10)

Publicado por:

2b0438059dbf05c79b74ecd5d71cbc3bCerca de 80 prefeitos estiveram reunidos na última sexta-feira (10) no plenário da AMM, para cobrar do Governo um posicionamento acerca dos repasses de recursos atrasados e melhoria na saúde do Estado.

Após muita discussão os prefeitos decidiram por maioria aguardar os repasses prometidos e esperam que não haja atrasos por parte do Governador Pedro Taques, que assegurou por meio do seu representante Max Russi que até o dia 30 de novembro o Estado estará colocando em dia esse débito com os municípios.

Na oportunidade, alguns gestores alegaram que, com a PEC dos gastos aprovada pela Assembleia Legislativa, o governo estadual terá mais dinheiro em caixa a partir do janeiro para quitar os débitos da saúde e não atrasar mais os repasses.

O presidente da Casa, Neurilan Fraga destacou que os municípios não estão aguentando esta situação que compromete os serviços prestados á população. Muitos prefeitos estão com sérias dificuldades de fechar o ano em cumprimento com a Lei de Responsabilidade  Fiscal-LRF. fotos bancoimagens 6444

O secretário-chefe da Casa Civil, Max Russi, que representou o Governo do Estado na Assembleia Geral dos prefeitos, disse que o Estado está na expectativa de receber R$ 100 milhões em emenda da bancada federal para quitar os débitos da saúde com os municípios. Russi disse que a liberação dos recursos federais deve ocorrer ainda este ano.

Max Russi Secretario da CASA CIVIL em reuniao com prefeitos na AMMSegundo Russi, o governo vai quitar um mês atrasado com a saúde, destinando R$ 10 milhões para a Atenção Básica dos 141 municípios. “Não resolve a situação, mas ameniza”, ponderou.

O secretário também foi receptivo à reivindicação de que os recursos da Atenção Básica da saúde sejam direcionados diretamente para os municípios pelo Governo Federal, sem a intermediação do Estado, como ocorre atualmente. “Podemos trabalhar essa pauta para que o Governo Federal repasse diretamente para os municípios”, frisou.

O Prefeito Moacir, afirma que os Municípios e o Estado vive um momento delicado, porém, garante que com a união de forças é possível melhorar a situação atual e ter perspectiva que 2018 seja um ano melhor para todos, especialmente para a Saúde do Estado, finalizou.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Pesquisar Conteúdo